Tema Infantil - Diversos

Músicas de Festas Juninas

Músicas de Festas Juninas
5 (100%) 1 vote

Estamos próximos do mês de Junho, e com ele temos a chegada do inverno e das saborosas Festas Juninas. Todo mundo adora as Festas Juninas, nas escolas e clubes temos as quermesses, em muitas cidades do Brasil e de Portugal temos os famosos bailaricos, e as festanças que são sempre acompanhadas de boa música, boa comida e muita animação.

Se você é criança ou adolescente tenho certeza que já aprendeu uma destas músicas típicas das Festas Juninas, quase todas falam do frio, do céu estrelado, da fogueira, dos santos que têm seu dia celebrado no mês de Junho e das tradições culturais desta festa popular querida por todos nós.

Vamos ver abaixo a letra de algumas das músicas mais famosas cantadas nas Festas Juninas em todo o Brasil:

PEDRO, ANTÔNIO E JOÃO – Autores: Benedito Lacerda e Oswaldo Santiago

Com a filha de João
Antônio ia se casar,
mas Pedro fugiu com a noiva
na hora de ir pro altar.

A fogueira está queimando,
o balão está subindo,
Antônio estava chorando
e Pedro estava fugindo.

E no fim dessa história,
ao apagar-se a fogueira,
João consolava Antônio,
que caiu na bebedeira.

SONHO DE PAPEL – Autores: Carlos Braga e Alberto Ribeiro

O balão vai subindo, vem caindo a garoa.
O céu é tão lindo e a noite é tão boa.
São João, São João!
Acende a fogueira no meu coração.

Sonho de papel a girar na escuridão
soltei em seu louvor no sonho multicor.
Oh! Meu São João.

Meu balão azul foi subindo devagar
O vento que soprou meu sonho carregou.
Nem vai mais voltar.

PULA A FOGUEIRA – Autor: João B. Filho

Pula a fogueira Iaiá,
pula a fogueira Ioiô.
Cuidado para não se queimar.
Olha que a fogueira já queimou o meu amor.

Nesta noite de festança
todos caem na dança
alegrando o coração.
Foguetes, cantos e troca na cidade e na roça
em louvor a São João.

Nesta noite de folguedo
todos brincam sem medo
a soltar seu pistolão.
Morena flor do sertão, quero saber se tu és
dona do meu coração.

CAI, CAI, BALÃO – Autoria Domínio Público

Cai, cai, balão.
Cai, cai, balão.
Aqui na minha mão.
Não vou lá, não vou lá, não vou lá.
Tenho medo de apanhar.


Sobre o Autor

Blog Da Criança

Blogger profissional. Editora de Conteúdos Web em Língua Portuguesa. Formação Universitária em Psico-Pedagogia, com especialização em Psicologia Infantil e História da Educação. Pós Graduada em Administração Escolar.

Comentário

Deixe um Comentário

Captcha