Síndrome do Pânico em Adolescentes

A Síndrome do Pânico é um distúrbio ou transtorno de ansiedade com características bem definidas. O ataque de quem tem Síndrome do Pânico acontece de forma inesperada, além de ter como sintomas reações do tipo palpitações, sudorese, tremores, falta de ar, dor no peito, náusea, tontura, medo de perder o controle, medo de morrer e até mesmo calafrios, formigamentos pelo corpo ou ondas de calor. Esses são os sintomas típicos de quem tem Síndrome do Pânico.

Ultimamente o que  tinha sido observado ocorrer somente com adultos, parece que agora se observa estar a acontecer também com alguns adolescentes. As explicações para isso podem surgir como uma reacção oriunda de uma educação extremista, ou uma reacção que o adolescente apresenta por sentir-se pressionado a ‘mostrar’ resultados; para os quais nem sempre se sente apto. Mudanças físicas, orgânicas, comportamentais, e psicológicas também podem ser responsáveis pelo aparecimento da síndrome do pânico.

Alguns factores  como o divórcio dos pais, a perda de um ente querido, morte de um amigo, mudança de escola, falta de diálogo entre os pais e o adolescente, também podem influenciar o surgimento da síndrome do pânico no adolescente.

Geralmente a síndrome do pânico surge por volta dos 14 anos de idade. Os sintomas de quem tem Síndrome do Pânico começam do nada e tem o seu pico mais alto num período de 10 minutos do aparecimento do seu primeiro sintoma, ou seja, é tudo muito rápido e abrupto. Mas é importante deixar claro que não é porque você tem um desses sintomas que você tem a Síndrome do Pânico; só um médico pode diagnosticar corretamente o distúrbio.

O que se sabe, por estudos médicos é que a Síndrome do Pânico é mais comum entre as mulheres do que nos homens e mais comum ainda em adolescentes, já que a idade para o surgimento dos sintomas da Síndrome do Pânico gira em torno dos 14 anos de idade.

Os jovens que sofrem com a Síndrome do Pânico têm a possibilidade maior de serem diagnosticados com a depressão. Por isso mesmo, quanto mais cedo os jovens forem diagnosticados corretamente, mais cedo o tratamento começará e assim os sintomas serão controlados.

Os adolescentes que tem a Síndrome do Pânico também podem ser acometidos de mais de um ataque por mês e começar assim ter uma preocupação maior com outros ataques agravando a Síndrome do Pânico; isso pode fazer com que ele não queira mais reviver os locais ou situações onde ele teve o ataque e isso faz com que ele se isole e entre em depressão.

Outra preocupação dos adolescentes com Síndrome do Pânico são os resultados dos sintomas e do ataque em si, já que eles temem perder o controle ou passar mal a ponto de não ter ninguém ali para ajudá-los da maneira correta. Tudo isso faz com que o adolescente se isole ainda mais e que  sinta com medo de ir a locais ou participar de actividades; pois ele sempre terá medo de ter um ataque ou de os sintomas começarem a aparecer. A Síndrome do Pânico pode ser controlada com tratamento psicológico, fazendo com que o adolescente tenha uma vida absolutamente normal.

Mas o importante é sempre procurar um aconselhamento profissional, para que tanto o adolescente quanto você se sintam confiantes e saibam que há solução para isso e que acima de tudo o problema da síndrome do pânico irá se resolver da melhor maneira possível.

17 Comments on this post

  • Anonimo

    4 de abril de 2013 at 6:29
    To com medo de tudo e todos , não consigo mais nem sair do quarto sucegado , ta ficando ......
  • LaBouvier

    27 de outubro de 2012 at 18:24
    Vish, eu tenho sindrome do pânico... E tenho 16 anos
  • Sidney

    15 de outubro de 2012 at 5:41
    Eu tenho sindrome do panico,sinto muito medo disso.
  • julia

    16 de fevereiro de 2012 at 15:45
    meu nome e julia e eu acho que eu tenho sindrome do pânico pq eu sofro esses sintomas mim ajude por favor como para com isso
  • Jakelyne

    18 de janeiro de 2012 at 14:01
    oi sou jakelyne,e também acredito que tenho a sindrome do panico, pois já tive e tenho esses ataques, como tremores, falta de ar,palpitações, dor e aceleramento no coração como se fosse parar,tenho muito medo de morrer, calafrios, e sensações de que tem alguem me olhando. por favor me ajude.
  • Anonima

    21 de novembro de 2011 at 17:50
    Ja faz um tempo que ando tendo uns ataques estranhos e cada vez mais um medo de ter esses ataques. Nao tenho coragem de conversar com meus pais. Eu tenho 14 anos e pavor de andar sozinha na rua e nao ter alguem que possa me ajudar. Nao sei mais o que fazer. Ja tomei remedios para ansiedade, mas agora nao sei o que fazer.
  • Síndrome do Pânico

    23 de junho de 2011 at 0:29
    Eu tenho síndrome do pânico e particularmente não gosto de tomar remédios. Uma porque não acredito que remédio é a solução para todos os problemas e outra por causa dos efeitos colaterais. Por isso sempre dou prioridade a métodos e terapias alternativas ou naturais para minhas enfermidades. Algumas abordagens não são tão boas e outras acertam em cheio. É o caso da técnica do movimento único baseado em psicologia cognitiva para tratamento da síndrome do pânico. Estou melhorando gradativamente e já não sinto muitos dos sintomas do pânico. O site que ensina é http://www.sempanico.com/ Fica aí a dica espero ter ajudado. Abraço e tudo de bom para vc.
  • Samara

    27 de abril de 2011 at 1:11
    o pessoal da minha familia diz qe é frescura , besteira , coisa de menininha boba . Mas num é eu tenho muita vezes medo demais, fico tremula , dor no coração um vazio , isso é horrivel . TODA VEZ QE TENTO FALAR DESSE PROBLEMA COM A MINHA FAMILIA ELES MUDAM DE ASSUNTO OU DIZEM QUE É FRESCURA COISA DA MINHA CABEÇA
  • verdades

    5 de abril de 2011 at 17:46
    INSTRUAM SEUS FILHOS... A menina que você chama de gorda, passa dias sem comer para perder peso. O menino que você chama de burro, quem sabe tenha problemas de aprendizagem. A menina que você acabou de chamar de feia passa horas arrumando-se para que pessoas como você a aceitem. O menino que você provoca e goza na escola, pode receber maus tratos em casa e você só estará contribuindo para destruir sua auto-estima.
  • naiara

    4 de fevereiro de 2011 at 21:15
    eu tenho sindrome do panico, começou a nove meses atras, eu tento ir na escola mais não consigo fica lá por mais de uma hora, e sempre que eu vou o meu dia acaba, eu fico nervosa, apavorada, os meus medicos dissem que é frescura, então minha mãe também acha que é frescura, e esse ano ela vai me obrigar a estudar, eu nem sei mais o que fazer, o que dizer pra ela pra ela não fazer isso comigo, porque se ela me obrigada mesmo a ir pra escola eu vou acabar fugindo de casa, e eu não quero isso, preciso de ajuda, preciso saber o que falar com minha mãe...
  • dina

    10 de janeiro de 2011 at 15:24
    mas depis encontram com certeza o que desejavam com passar do tempo , adoram e tornarm felizes aque a apoiar o jovens nos percursos e da lhe força dizer lhe assim . vao conseguir, teve quese bem, maspodiua ser melehor essas cenas encora o jovem sonhar e quem sabe entrar no sonho que torna realidade. nunca divemos dizer: horrivel , nao presta, que idiota, grande parlema, mais um cromo credo nada de dizer isto a um jovem. coitado/a asim vida fica doz avesso
  • dina

    10 de janeiro de 2011 at 13:34
    ha muitos casos assim liecnciados tiraram cursos porque pais adoraram e depois trbalaham num café ou metem se na droga, para com bater a depressão.
  • Sem Mais Pânico

    30 de abril de 2010 at 18:09
    Para judar e auxiliar pessoas com o Distúrbio do Pânico, eu criei um Blog: naoseescondadosseusmedos.blogspot.com/ Fiquem a vontade para visitar, comentar e enviar quaisquer dúvidas ou sugestões. Obrigada!!!
  • sindrominha

    13 de abril de 2010 at 1:27
    Oi, gostaria muito que visitassem o meu blog sobre a sindrome do panico. Obrigado.
  • Bento Pedro Martins

    12 de março de 2010 at 7:39
    Sou conselheiro de saúde e gostaria de saber quais os cuidados que deveriamos ter ao se relacionar com pessoas que tem a síndrome do panico? Essa pergunta deve-se ao fato de que tenho um filho com mais de 40 anos, embora eu não tenha qualquer conhecimento desta doeça sídrome do panico, pois só ouvi falar dela rececentemente, e pelo o sintoma, acho que este filho o qua referi, sofre deste mal, segundo o seu comportamente que fica nervoso eleva as mãos na cabeça e se esbravejando como se algo grave está lhe acontecendo! Esse filho quando criança, entre 2 e 3 anos sofreu mnigite, o que lhe coube uma internação um pou loga -mais de 2 meses- e dai pergunto: esse mal ainda não está te afetendo? Obrigado pelos s os esclarecimento!
    • kat

      12 de março de 2010 at 19:15
      Sr. Bento não creio que a meningite ainda o afete, a não ser que ele tenha ficdo com sequelas; mas isso o sr. teria notado na infancia e adolescencia. A sindrome do pânico envolve varios sintomas dentre eles: Suor, sensação de aperto no peito, ansiedade, medo inexplicavel, medo da morte, palpitação. O senhor já conversou com o seu filho para saber pq ele age assim? Já perguntou o que ele sente no momento em que eleva as maos para cima e esbraveja? Tente conversar com ele para perceber o que ele sente. As vezes uma consulta com um psicologo pode ajudar. Muitos fatores deve ser analisados como se o seu filho trabalha, se tem familia, se tem amigos...etc.
  • maicon

    28 de fevereiro de 2010 at 23:30
    Adorei a materia sobre a sindrome do panico tenho um blog que será voltados para os adolecentes e continuarei lendo e colocando essas materias no meu blog obrigado seu site é muito bom e bem informativo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

.

Page optimized by WP Minify WordPress Plugin