As Conseqüências de Ser Mãe Ausente

Não é toda a mãe que tem o privilegio de participar activamente da criação dos filhos. Há também aquelas que têm o privilegio mas não estão muito predispostas a abdicar de sua vida em prol de criar filhos. Afinal de contas ela tem o trabalho dela, a vida dela, a vida social dela, e outras coisas mais que a impedem de  se ater a educação dos filhos. Obviamente que não estamos generalizando, estamos citando um tipo especifico de comportamento materno que vemos com frequência na sociedade em que vivemos, seja no Brasil, em Portugal, nos Estados Unidos, França ou outro país qualquer.

Apesar da criação de um filho não ter manual de instrucções e nem seguir uma regra certa, alguns factores influenciam no comportamento e determinam que tipo de adolescente e adulto ele vai ser no futuro. E a ausência da mãe, muitas vezes recompensada com mimos e prendas não ajuda em nada a criação.

Você é como um espelho para o seu filho ou filha. Suas atitudes, pensamentos emoções e desejos serão copiados por ele (ela) e é isso que fará com que ele crie a personalidade dele ou dela; tudo baseado no seu jeito de ser e falar, seja com ele (ela), ou com qualquer outra pessoa. Suas atitudes como mãe influenciam o tempo todo a criação da personalidade dele ou dela.

E se os pais estão ausentes, como fica a criação dos filhos? Ele certamente vai se sentir sozinho e sem ter alguém em que se espelhar. Se você for ausente por causa do trabalho, por ter outras ocupações ou por não achar o papel de mãe muito interessante, saiba que isso pode causar males ao seu filho futuramente.

Uma mãe ausente não sabe nada sobre o filho ou sobre sua filha, não tem tempo para conversar e não se interessa às vezes, pelo o que os filhos ou filhas fazem, pensam ou dizem. São meras figuras decorativas. O que acontece é que o filho não vê a casa como um lar, onde se sente seguro e querido, mas vê o local como apenas um lugar onde ele mora e nada mais.

E por serem ausentes, muitas mães tentam compensar os filhos de forma errada. A correria do dia a dia faz com que muitas mulheres não consigam conciliar trabalho e maternidade e na busca por agradar o filho e mostrar que se importa com ele, acaba sendo permissiva demais e muitas vezes mimando, dando presentes ao invés de atenção.

Elas mimam muito os filhos, oferecem roupas caras, presentes caros e fazem todas as vontades e caprichos. Mas as crianças precisam de limites, caso contrário elas se tornaram adolescentes intolerantes, intratáveis e até mesmo egoístas e frustrados quando não conseguem aquilo que querem.

E tudo isso pode ter sérios reflexos. Por várias vezes, essa criança filho ou filha de mãe ausente acaba achando na violência a válvula de escape para suas frustrações por não conseguir tudo aquilo que quer. Tudo isso é culpa e fruto de mimar ao invés de dar atenção.

Essa falta de afecto, atenção e até desinteresse pela vida do filho ou da filha, pode fazer com que ele se retraia, fique afastado das outras crianças e esteja sempre triste. Essas crianças apresentam sérios problemas de relacionamento, tanto na infância, quanto na fase adulta porque não tem referência ou base do que é afecto ou um relacionamento.

Geralmente tornam-se adultos individualistas, egoístas e preocupados somente como seu prórpio universo. Afinal, se a mãe o pai lhes deram tudo materialmente, porque é que o mundo lá fora não lhe dá? Eis então o surgimento dos problemas de convivio social, e em grupo; afinal o mundo lá fora não anda muito disposto a suportar chiliques e devaneios de todo mundo.

Por isso esteja atenta a educação dos seus filhos, crie seres humanos generosos, bondosos, sinceros, afectivos e que quando adultos estarão dispostos a devolver à humanidade o amor, o carinho e o bem querer que receberam dos pais. Pense nisso! Você é uma mãe presente ou ausente? ;)

5 Comments on this post

  • Leonardo

    23 de janeiro de 2013 at 13:19
    meus pais sempre foram ausentes e eu só fui perceber isso ano passado quando despertei pra vida digamos assim... pois vivia no mundo da lua aceitando tudo de forma normal respeitando eles e amando-os apesar de tudo sou uma pessoa forte emocionalmente ... esperando que mudassem um dia mais não mudaram e percebi que nunca vão mudar nunca fui de pedir nada meu primeiro emprego foi aos 16' no McD', também nunca me deram nada alem de alimentação...nunca conversaram comigo apenas para reclamar de algo quando tem... apenas isso reclamando de alguma coisa se não nem falam comigo nem bom dia... so cresci muito como pessoa graças a ''internet'' e as pancadas que a vida me deu. aqui em casa não exite amor meu pai fala que que tem um monte de filhos e não estar nem ai pra mim e minha mãe so da atenção pro 1 filho dela ... sou o caçula graças as Deus esse ano saiu dessa casa horrivel... aconselho a todos a sairem de casa o quanto antes pois eu esperei eles mudarem mais eles não irão ... não se iludam como eu. Leo, 22anos
    • kat

      25 de janeiro de 2013 at 12:26
      Olá Leo, entendo o que vc passa. Seus pais não são os únicos assim, infelizmente. O bom disso tudo é que vc é uma pessoa forte e soube lidar com isso sem se vitimizar. Sim acho que a melhor coisa é ser independente e viver sozinho. Seja feliz, estude, trabalhe, prospere e saiba que vc tem ainda uma vida pela frente e que ainda tem mtos bons frutos p/ colher; e com certeza a sua experiência de vida vai lhe ser útil p/ qdo vc tiver os seus filhos! :) Boa sorte.
  • Juliana Ferreira

    21 de março de 2011 at 2:50
    Minha mãe não participa em nada da minha vida. Nunca sabe onde estou e nem se interessa em saber quando eu falo. Não sabe quem são minahs amigas, como é o meu dia a dia, do que eu gosto.. e ainda vive me criticando, me colocando pra baixo, dando pitaco em tudo mesmo sem se importar com o que eu quero pra mim. Me sinto rejeitada, abandonada e sozinha. Juliana, 23 anos.
    • tatiana de macedo vieira

      18 de julho de 2012 at 18:18
      oi juliana também já me sentir assim, mas devemos seguir em frente dar continuidade a nossa vida tem mães que infeslimente são assim. não fique revoltada mostre o contrario quando os pais abandonam os FILHOS DEUS acolhe e protejem saiba que vc não está sozinha.. acredite tenha fé; bjuss
    • maria helena

      8 de outubro de 2012 at 14:10
      Minha querida,não seja infeliz como ela,trate-a bem e cuide muito mais de voce.Algo a tornou assim, nunca deixe o comportamento de outro estragar o seu.Deus te acolheu,pode ter certeza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


− 7 = dois

.